Grupo UN [Ou ficar a Pátria livre/Ou morrer pelo Brasil]


UN – Ficha Limpa & Decepção

STF e a moralidade

 

Vanderson Freizer

Grupo UN

 

A moralidade na política é um anseio da maioria da população brasileira, prova disso, foram as mais de 1,9 milhão de assinaturas que foram obtidas pelo projeto de lei de iniciativa popular 518/09. A lei, chamada de Filha Limpa, tenta impedir que políticos com condenação na Justiça possam concorrer às eleições. Na primeira votação realizada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), com o objetivo de analisar a aplicação das regras já nas eleições de 2010 deu empate em 5 a 5, na ocasião faltava um ministro da Suprema Corte.

 

A demora na votação da lei se deu pelas muitas estratégias políticas no Congresso, sendo assim, o Ficha Limpa não foi votado com um ano de antecedência para valer nas eleições passadas e por isso surgiu o impasse sobre a aplicação imediata da lei. O atual vice-presidente, Michel Temer, foi um dos grandes responsáveis pela não votação da lei em tempo adequado. A intenção de Michel era livrar da degola companheiros do PMDB.

 

Pelas regras, mudanças nas leis eleitorais devem ser feitas um ano antes de qualquer pleito para que sua validade seja amparada pela Constituição Federal e foi baseado em regras e não na moral e na modalidade que o STF barrou o sonho de muitos brasileiros em ver políticos corruptos fora da política. na última votação, 6 dos 11 ministros do Supremo decidiram fazer cumprir a justiça do que moralizar e fazer com que nossa política ganhasse um pouco de credibilidade.

 

Com a votação que definiu a não aplicação do Ficha Limpa nas eleições de 2010, muitos bandidos como Jader Barbalho se viram livres para assumirem seus mandatos e continuarem as estratégias de enriquecimento através do dinheiro público.  

 

Nomes como Paulo Maluf, Joaquim Roriz estão amparados pela lei, enquanto que a população sofre as duras penas da corrupção que consome cerca de R$ 100 bilhões por ano. O STF desacreditou uma lei que poderia mudar os rumos da política agora e deixou para mais uma vez punir os corruptos em um futuro próximo.

 

O que se entende por lei?

 

Lei para o STF é o cumprimento unicamente do que está escrito e não alteração de regras. Isso ficou definido após resolução do impasse do Ficha Limpa. A justiça brasileira cumpre seu papel, mas não se atenta para a moral e os bons costumes, com isso, políticos corruptos ainda vão reinar por mais 2 anos, isso em uma visão otimista dos fatos.

 

No Brasil, cada vez mais temos a sensação que a justiça está ficando técnica demais, justamente no quesito onde deveria agir com maior rigor e moralidade. a política exige uma visão diferente das leis, pois, nossos representantes são responsáveis diretos pelos graves problemas existentes na saúde, educação e segurança pública.

 

O STF perdeu a chance de mostrar ao povo desta nação que ainda podemos confiar na justiça que tem o poder de moralizar a política nacional. Os que ainda acreditam que a política é o meio mais fácil de resolver as diferenças sociais ficaram desamparados e perplexos após a decisão do mais alto nível da justiça deste país. 

 

Era importante, pelo menos desta vez, descumprir as regras e agir com bom senso para desmascarar os vagabundos que vivem à custa do povo. Os ministros do STF deveriam ter analisado todos os aspectos que impediram a votação do Ficha Limpa em tempo hábil para ser aplicada em 2010. Deveriam ter aberto o jogo e deixado claro que foram justamente os políticos e suas manobras desonestas que matou o projeto do Filha Limpa antes mesmo dele poder crescer e se tornar forte.  



Escrito por Vanderson Freizer às 10:20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Araçatuba & Problemas administrativos

A cidade de muitos problemas. Araçatuba precisa de você

 

Vanderson Freizer

Grupo UN

 

Araçatuba enfrenta inúmeros problemas administrativos: violência e tráfico de drogas em constante crescimento, saúde e educação de péssima qualidade, desemprego e economia engessada. Mesmo com tudo isso, a elite resolveu levantar a bandeira das ruas esburacada. Certamente nascerão daí muitos rebeldes sem causa, pois a classe pobre, que é maioria, não seguira os mesmos rumos.

 

A 14ª cidade mais violenta do estado de São Paulo, uma economia fragilizada, que gira em torno unicamente do corte de cana, isso já seriam motivos de luta em tempos passados. Araçatuba sobrevive hoje com sérios riscos de um colapso financeiro, situação bem diferente de quando ostentava orgulhosa o titulo “cidade do boi gordo”. É preciso rever os conceitos políticos e abandonar a campanha, “Visite antes que acabe” e começar já a união das cabeças araçatubenses pensantes para mudar os rumos da cidade mais importante da região.

 

É importante ressaltar o avanço da violência e da criminalidade, provocado principalmente pelo tráfico de drogas. Buscar meios de combater esse mal é essencial para que a população comece a enxergar uma luz no fim do túnel.

A elite, na tentativa de tomar o poder político, ataca aquilo que é mais visível e destaca constantemente o problema das ruas cheias de buracos. Um risco eminente de lutar por uma causa injusta e que não sirva para todos com as mesmas proporções. A maioria pobre tem que acordar de madrugada para enfrentar uma luta árdua para conseguir uma consulta médica e mandam seus filhos para estudarem em escolas à beira do caos.

 

Araçatuba vem se arrastando economicamente nos últimos anos, o desemprego está em alta, bairros extremamente violentos. A cidade antes terra do boi gordo, passou a ser a terra das grandes problemáticas políticas e de difícil qualidade de vida.

 

Neste exato momento é difícil dizer se a administração do atual prefeito Cido Sério do PT foi pior, melhor ou igual a de seus antecessores. O que sabemos com toda certeza é que saúde, educação e segurança pública pedem socorro e que os rumos para onde caminha Araçatuba devem mudar com urgência.

 

Essa mudança não deve ser feita na base da politicagem e sim unindo forças, arregaçando as mangas e trabalhando para que todos possam visitar Araçatuba antes que acabe. Quem ama essa cidade, nascendo aqui ou não, abrace essa causa. Araçatuba precisa de você.



Escrito por Vanderson Freizer às 16:45
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Jornalismo & Emprego

Oportunidade de trabalho

 

O Grupo UN de Notícias busca jornalista freelancer em todos os estados do Brasil. O objetivo é elaborar textos curtos de até 6 parágrafos com 7 linhas cada um, fotos e vídeos para o site do Grupo que está em fase de construção. Não é necessário diploma de comunicação social, mas é imprescindível possuir MTB ou DRT. 

 

Interessados devem entrar em contato somente pelo e-mail: vandersonfreizer@hotmail.com



Escrito por UnBlog às 12:13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – STF & Ficha Limpa

Ficha Limpa sem moral

 

Vanderson Freizer

Grupo UN

 

O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu pelo cumprimento da Constituição e barrou a Lei do Ficha Limpa nas eleições de 2010. Os ministros da Suprema Corte ignoraram a aclamação popular e vão impedir a candidatura de políticos corruptos apenas de 2012 em diante.

 

Por um placar de 6 a 5 ficou decidido por cumprir as normas da Constituição que garante que uma lei que modifica o processo eleitoral só pode valer no ano seguinte de sua entrada em vigor, o que juridicamente impede a aplicação do Ficha Limpa em 2010, já que, o Congresso decidiu por vota-la no mesmo ano das eleições que elegeram inúmeros políticos corruptos.

 

Segundo o novo ministro, Luiz Fux, que assumiu a vaga em janeiro e voltou contra o Filha Limpa, “O intuito da moralidade é louvável”. Fux ressaltou que a Corte estava diante uma questão técnica e jurídica e justamente por isso votou contra a aplicação da lei nas eleições passadas.

 

Os ministros simplesmente os mais de 70% da população que apóia a aplicação da lei e reforçaram ainda mais a sensação de impunidade que paira sobre a política nacional. A instância máxima da justiça brasileira esqueceu que o bom senso caminha junto com a justiça e o cumprimento da lei e neste caso seria mais justo retirar da vida pública os muitos ladrões que impedem o desenvolvimento deste país.

 

A demora na aprovação da Lei e os sujos que se tornam limpos

 

Um dos grandes responsáveis pela demora na votação do projeto de lei de iniciativa popular que reuniu 1,9 milhão de assinaturas, foi o atual vice-presidente Michel Temer. Por inúmeras vezes a votação do projeto foi adiada e assim, após sua aprovação, sem tempo hábil para aplicação nas eleições de 2010, gerou o impasse entre STF e população.  

 

Correndo o risco de deixar de fora vários aliados e ele próprio, Temer foi adiando a apreciação do Ficha Limpa e numa manobra política ganhou tempo para livrar figuras como Jader Barbário e Paulo Maluf. Já com o impasse estabelecido entre o cumprimento da Constituição e a ética na vida pública, livraram-se todos os corruptos que foram eleitos por vontade popular.

 

Até mesmo o mafioso do cerrado, Joaquim Roriz e sua corja de família se tornaram elegíveis em 2010 e se sua esposa tivesse vencido nas eleições poderia tranquilamente assumir o governo e continuar a depenar o Distrito Federal, juntamente com sua turma de ladrões.  

 

Vale lembrar que no meio dos corruptos ladrões, existem sujeitos ligados ao tráfico de drogas, suspeitos de assassinatos e grilagem de terras. Os crimes políticos como: improbidade administrativa, fraude em licitações, desvio e lavagem de dinheiro público se tornam crimes comuns se comparados aos criminosos que estão misturados no Congresso e se dizem nossos representantes.      

 

Como foi a votação - Votaram contra a aplicação da lei em 2010 os ministros Gilmar Mendes, Luiz Fux, Dias Toffoli, Marco Aurélio, Celso de Mello e Cezar Peluso. Votaram a favor as ministras Cármen Lúcia, Ellen Gracie, e os ministros Ricardo Lewandowski, Joaquim Barbosa e Ayres Britto. [Zero Hora]

 

Saiba – O STF decidiu nesta quarta-feira (23) que a Lei da Ficha Limpa não deveria ter sido aplicada às eleições do ano passado. A norma, que barra a candidatura de políticos condenados por decisões de colegiados, entrou em vigor em junho de 2010, e, com a decisão, tem seus efeitos adiados para as eleições de 2012. [G1]



Escrito por Vanderson Freizer às 08:33
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Humor & Humor



Escrito por Vanderson Freizer às 08:26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Ídolos & Lei Rouanet

O que esperar de um país com ídolos do calibre de Bruna Surfistinha e o jogador de futebol Adriano?

 

Vanderson Freizer

Grupo UN

 

Há muito tempo nosso país dá sinais de que perdeu suas referências culturais. Os ídolos da juventude já não acrescentam nada de positivo na luta por um Brasil mais culto. Exemplos: temos aos montes. Entre eles o sempre polêmico jogador Adriano, investigado pela polícia, suspeita de envolvimento com drogas e sempre indisciplinado, têm inúmeros adolescentes que gostariam de ser como ele.

 

Vagner Love é outro exemplo claro de jogador de futebol envolvido com a bandidagem, em certa ocasião, foi visto escoltado por traficantes armados em baile FunK no Rio de Janeiro. Não generalizando, é difícil encontrar um futebolista que acrescente algo útil a sociedade, quase todos estão mais ocupados em ganhar dinheiro e farrear à vontade. 

 

A farra da Lei Rouanet

 

Somos o único país no mundo a ter a história de uma ex-prostituta, contada no cinema, através de lei de incentivo a cultura. O filme O doce veneno do escorpião, já levou aos cinemas milhões de expectadores, todos interessados em conhecer um pouco mais, sobre a vida de Raquel Pacheco (Bruna Surfistinha), e suas atividades sexuais.

 

Os mais de R$ 2 milhões investidos na peça e filme sobre a vida de Bruna Surfistinha, certamente fariam diferença se aplicados na educação, saúde e verdadeiramente na cultura.

 

Infelizmente o dinheiro da cultura há muito tempo tem sido empregado em obras controversas. Muitos são os filmes que contam histórias de bandidos e foram financiados com dinheiro público.

 

Bom exemplo disso está nos filmes Tropa de Elite I e II e seus roteiros recheados de palavrões.

 

Espetáculos faraônicos de Caetano Veloso - um dos grandes responsáveis pela popularização da cocaína no Brasil – foram financiados pela Lei Rouanet e mesmo assim aqueles que quiseram prestigiar os eventos pagaram pelo valor integral dos ingressos. Simplesmente pagamos pela produção, divulgação e para assistir aos shows daquele que é um dos maiores ídolos nacionais.

 

Na mesma família, Maria Bethania, lançará em breve a obra mais cara já produzida na Blogosfera.  A página na internet da cantora baiana custará em torno de R$ 1.700.000,00 reais. Valor digno de uma superprodução do cinema.

 

Os demais

 

Fora a corja da Lei nº 8.313/91, temos ainda as celebridades que nada acrescentam a cultura popular, mas que pelo menos sobrevivem do seu próprio trabalho, entre eles: Luan Santana, Restart, Latino e João Carreiro & Capataz.

 

É valido ressaltar que é livre a manifestação artística de qualquer natureza, ou seja, não condenamos os trabalhos dessas pessoas, mas gostaríamos de ter ídolos mais preocupados com os rumos da cultura nacional. Seria interessante se estes profissionais difundissem um pouco mais a história nacional.



Escrito por Vanderson Freizer às 16:33
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Blog de Maria Bethânia & Lei Rouanet

O que tem em um blog para custar mais de 1 milhão de reais?

 

Vanderson Freizer

Grupo UN

 

Maria Bethânia terá um blog, mas bem diferente dos muitos amigos que conheço que também decidiram ser blogueiros para divulgar seus trabalhos. O projeto original da cantora baiana, intitulado como: O mundo precisa de poesia, pedia permissão para captar a quantia de R$ 1.798.600 em patrocínio. Embora a proposta tenha sido autorizada pela Comissão Nacional de Incentivo à Cultura, o valor foi reajustado para R$ 1.356.858, cerca de R$ 440 mil a menos.

 

Bethânia tem prazo de 1 ano para fazer capacitação de recursos através da Lei Rouanet, período que pode ser renovado por mais seis meses.   

 

A porta-voz de Bethânia garante que a quantia original cobriria os custos de uma produção completa: “gastos com a equipe, filmagem, direção, coordenação, correio, xerox... É normal haver esse ajuste do Ministério da Cultura (MinC) em qualquer projeto. Nos adaptaremos a ele.”

 

Na pagina do Minc a proposta de Maria Bethânia está descrito como um blog com posts diários em vídeo. A direção dos filmetes ficará a cargo do cineasta Andrucha Waddington, responsável pelo documentário "Maria Bethânia - pedrinha de Aruanda" (2007).

 

A previsão é que o blog entre no ar entre junho deste ano e junho de 2012. Os clipes hospedados na página terão duração de cerca de dois minutos e poderá ser em cor ou em preto e branco. Na ficha com os dados básicos do projeto, disponível para consulta, há outra descrição da proposta: "A ideia é invadir a internet com lirismo, delicadeza e difundir a cultura na rede. Será um calendário virtual, que apresentará ao público 365 pílulas diárias de pura poesia”.

 

Lei Rouanet – Institui politicas públicas para a cultura nacional, como o PRONAC - Programa Nacional de Apoio à Cultura. As diretrizes para a cultura nacional foram estabelecidas nos primeiros artigos, e sua base é a promoção, proteção e valorização das expressões culturais nacionais.

 

O grande destaque da Lei Rouanet é a politica de incentivos fiscais que possibilita as empresas (pessoas jurídicas) e cidadãos (pessoa física) aplicarem uma parte do IR (imposto de renda) devido em ações culturais.

 

O percentual disponível de 6% do IRPF para pessoas físicas e 4% de IRPJ para pessoas jurídicas, ainda que relativamente pequeno permitiu que em 2008 fossem investidos em cultura, segundo o MinC mais de 1 bilhão.

 

O que chama a atenção nesta lei é que mesmo quando os filmes, shows e demais eventos e espetáculos são produzidos por seu intermédio, os ingressos para a população não tem queda de preço, fazendo com que os brasileiros paguem duas vezes, na produção, quando esta é feita com dinheiro público e no momento de prestigiar o resultado da produção.



Escrito por Vanderson Freizer às 14:17
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Obama & Visita ao Brasil

“Pop Star” Barack Obama vem ao Brasil

 

Vanderson Freizer

Ivan Carlos Felipe

Grupo UN

 

Ele vem nos fazer uma visita. Desmerecido em seu país, Barack Obama chega aclamado pelos brasileiros e deve discursar para cerca de 30 mil pessoas no Rio de Janeiro. Os moradores da Cidade de Deus já estão apostos para recebe o presidente dos Estados Unidos, alguns sonham até em jogar uma partida de futebol com um dos homens mais poderosos do mundo.

 

O casal Obama e Michelle deve pisar em solo carioca no domingo (20/03), os moradores deverão seguir uma série de restrições durante a visita, entre elas: evitar aglomeração de pessoas em lajes e telhados das casas, proibição de estacionamento de carros e motos nas ruas por onde devem passar Obama e sua segurança. O comércio da Cidade de Deus também deverá ser fechado durante a possível visita do presidente americano.

 

A verdade é que desde que foi eleito, o primeiro presidente negro da história norte-americana só é aclamado em terras estrangeiras. Os americanos ainda permanecem descrentes com a performance de Obama e já o apontam como um dos piores líderes políticos de todos os tempos. Entre os democratas, com certeza encabeça a lista dos mais infelizes durante o governo.  

 

Aumento do desemprego, crise econômica, imigração sem controle e outros fatores ajudam a despencar a popularidade de Obama em seu país. Em compensação, a maioria dos brasileiros o adora e ainda o vêem como uma grande liderança política. Obama é sensação no Brasil e desastre nos Estados Unidos.     

 

Créditos da imagem: G1



Escrito por Vanderson Freizer às 11:54
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Japão & Tragédia

O mundo chora com os japoneses

 

A terceira maior potência do planeta e a quarta pior tragédia natural da história

 

Almir Oliveira

Grupo UN

 

Choro e um pesar inexplicável.  Talvez nem tanto pelos bens materiais, que somam bilhões, afinal cidades foram lavadas pela força do tsunami, ondas com cerca de 10 metros de altura, isso quando já danificadas pela violência do terremoto de nível 9 na escala Richter, que atingiu o Japão na última sexta-feira (11), e colocou dezenas de outros países em estado de alerta, porém a dor maior, vêm pelas milhares de vidas que lá se perderam.

 

Os números apontam para cerca de 3.000 mortos e outros milhares de desabrigados, principalmente nas cidades de Sendai e Fukushima. Como não bastasse tamanha destruição, a natureza continua a agir naquele local por meio das réplicas - tremores menores que ocorrem após o abalo principal - este tipo de ocorrência já passa de 100, e todas variando entre 1 e 7 pontos de intensidade. 

 

Há ainda os riscos de contaminação devido as explosões ocorridas na usina nuclear de Fukushima, que apesar de parcialmente contidos, não são possibilidades descartadas. Pessoas de diversas áreas do Japão enfrentam ainda a falta de alimentos, água, racionamento de energia e comunicação limitada.

As previsões de recuperação indicam que será necessário pelo menos até o fim deste ano para reerguer tudo o que foi perdido. Vale lembrar que o Japão é um país extremamente preparado para enfrentar terremotos, pelo rigor de suas construções e que certamente contribuiu para amenizar as mortes.

 

Segundo estimativas do relatório do Credit Suisse, os prejuízos causados pelo terremoto devem chegar à casa dos US$ 300 bilhões.

 

O poder da natureza

 

Talvez fique para aqueles que lerem este artigo, a impressão de que a natureza é a grande culpada de tudo, como por vezes fizeram aqui no Brasil, na tragédia da região serrana do Rio, que alias, completa hoje 2 meses e poucas mudanças ocorreram após aqueles dias dolorosos. Mas na verdade, não deveria estar uma boa parcela dessa culpa sobre o fado dos homens que a desafiam e desrespeitam?

 

NOTA: Vivem hoje no Japão cerca de 250 mil brasileiros, e de acordo com as informações registradas até o momento, não há registro de nenhum deles vitimado pelo ocorrido. Inclusive muitos já retornaram ao Brasil na manhã desta segunda-feira



Escrito por UnBlog às 21:49
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – G1 & Comentários

Quais são os critérios de analise dos comentários postados no G1?

 

Vanderson Freizer

Grupo UN

 

Esta semana, o estado de Rondônia sofreu uma perda no campo político. Morreu aos 54 anos o ex-deputado Eduardo Valverde (PT), na última sexta-feira (11) em um acidente de carro. Ao ler a matéria sobre a morte de Valverde no site do G1 me surpreendi com dois comentários postados no rodapé da reportagem.

 

O primeiro, postado por Leidy Santos diz o seguinte: “EU SO QUERIA SABER: PORQUE QUE QUANDO QUALQUER UM CRÁPULA MORRE, DIZEM: ELE ERA TÃO BONZINHOOOO! rsrs”. Logo abaixo o comentário postado por Vinícius ridiculariza o local do acidente: “Tun tun tun... Menos UM... SANTA CURVA... Tinha que incentivar deputados a passar nesta SANTA CURVA”. 

 

A pergunta que se faz, são sobre os critérios do G1 para liberação dos comentários? Certamente o desrespeito pela vida humana está entre eles.

O bom senso humano deve existir antes do senso jornalístico e neste caso, acredito eu, houve desrespeito aos familiares do ex-deputado, tanto por parte de quem comentou a matéria, quanto por parte de quem liberou os comentários. Nota-se que o nível de profissionalismo dos editores não acompanha a credibilidade do maior site de notícias do país.

 

As organizações Globo sempre é pautada pelo profissionalismo, mas neste caso faltou com respeito a família de Valverde que era alem de um grande político, um homem de família. Valverde morreu de forma trágica, um acidente o matou na hora e também seu assessor Ely Bezerra.

 

Acredito que em matérias como essa, por mais que o político fosse desonesto, morre não apenas o homem público, mas também o cidadão pai de família e lutador pelo povo, independentemente dos meios pelo qual quis seguir. Qualquer comentário digno, seja ele contra ou a favor deve ser publicado, pois vivemos em uma democracia, mais, aqueles que utilizam de deboche devem ser retidos para preservar a família no momento da perda.

 

Entenda o fato: O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) em Rondônia, Eduardo Valverde, morreu na sexta-feira (11), aos 54 anos, após sofrer um acidente de automóvel na região da capital Porto Velho. Valverde estava acompanhado do secretário de Organização do partido, Ely Bezerra Alves, que também faleceu no acidente, ocorrido na BR-364 no fim da tarde.

 

G1: Ex-deputado do PT morre em acidente de carro em Rondônia/http://g1.globo.com/politica/noticia/2011/03/ex-deputado-do-pt-morre-em-acidente-de-carro-em-rondonia.html



Escrito por Vanderson Freizer às 15:11
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Crise na Líbia & Imprensa Internacional

Jornalista ligado ao Grupo UN diz que situação na capital da Líbia é tranquila e Muamar Kadafi deve permanecer no poder

 

Ivan Carlos Felipe

Grupo UN

 

Há quem diga que a grande mídia internacional é 100% confiável. Essa inabalada confiança foi posta a prova com a cobertura dos conflitos na Líbia. A pauta das agências de notícias internacionais é a mesma: a Líbia está em crise e os rebeldes vão tomar o poder a qualquer momento.

 

Não é a impressão que se tem ao chagar a capital Trípoli que está visivelmente calma e sem grandes alarmes de que Kadafi vai perder o poder. Isso já havia sido divulgado por um repórter da Telesur que foi ridicularizado pela Folha de S.Paulo e por uma de suas articulistas. Até aquele momento a grande mídia internacional, seguida pela imprensa brasileira, dava como certa uma rápida vitória dos rebeldes.

 

Isso não aconteceu, Kadafi ainda permanece no poder e a capital da Líbia permanece sim m clima ameno e com certa tranquilidade. A situação no país que é o maior fornecedor de pretório para a Europa é diferente do ocorrido na Tunísia ou no Egito. As manifestações de massa não tinham chegado ao centro do poder e poderia haver um equilíbrio maior entre os lados em conflito, o que acabou se confirmando.  

 

Este fato coloca em cheque se o que chega a nós através das agências de notícias internacionais e reproduzida pela grande mídia nacional são mesmo informações 100% confiáveis. Temos que refletir se estamos mesmo sendo informados de forma precisa ou se apenas servindo de cobaias para que os poderosos da comunicação continuem no poder.  

 

A mídia dominada    

 

A batalha pela informação tornou-se mais dura unicamente porque os conflitos do mundo árabe resvalaram na Líbia, o fornecedor da maior quantidade de petróleo consumido pela Europa, era importante ressaltar que naquele país a luta era igual aos demais e assim especular sobre os acontecimentos reais.

 

Muitas notícias falsas foram divulgadas pela mídia internacional e nacional. Em um dos casos relatos de agencias internacionais diziam que Kadafi teria recebido exílio político na Venezuela e estaria a caminho daquele país. Tudo mentira instaurada pelos poderosos da imprensa internacional e por aqui se decidiu não toar mais o assunto.

 

Nada foi desmentido e as informações negligentes continuaram a chegar e assim sendo e produzidas por grandes de comunicação como G1 e Folha de S. Paulo que mesmo após confirmarem a mentirada toda abafou o caso.

 

A mídia ainda é controlada segundo os interesses de quem divulga, isso vem desde os anos 80 quando os governos de Ronald Reagan nos Estados Unidos e Margareth Theater, no Reino Unido; barraram a tentativa da UNESCO de criar um debate por uma Nova Ordem da Informação e da Comunicação.

 

A sonhada circulação de notícias sul-sul, capaz de quebrar o fluxo informativo norte-sul, foi adiada. EUA e Reino Unido chegaram a cortar suas contribuições financeiras para a UNESCO como forma de pressioná-la a deixar de lado o debate sobre a comunicação. E foi o que aconteceu. Os anos 1990 assistiram a um perfeito entrosamento entre a ordem econômica e a ordem informativa, alinhadas no projeto neoliberal.

 

Deveremos cada vez mais buscar outras fontes de informação e não nos resumirmos apenas em agências como Reuters, EFE e outras grandes que estão ligadas a ordem econômica e divulgam aquilo que é de seus interesses e muitas vezes distorcem consideravelmente os fatos.   

 

[Com informações de Laurindo Lalo Leal Filho/sociólogo e professor de Jornalismo da ECA-USP. É autor, entre outros, de “A TV sob controle – A resposta da sociedade ao poder da televisão”].

 

Nota da redação: os editores do UnBlog e do Grupo UN utilizam na formatação dos textos a letra Georgia, tamanho 12. Para um melhor aproveitamento de nossas publicações, aconselhamos que os textos copiados para o Word e limpada a formatação original para se encaixar melhor em seus sites.



Escrito por UnBlog às 18:58
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Carnaval 2011 & Apuração no Rio

Rede Globo é xingada ao vivo durante apuração do carnaval

 

Da Redação

Grupo UN

 

Por essa a Globo não esperava. Com microfones bem posicionados entre as torcidas das escolas de samba do Rio, presentes na apuração dos desfiles na Sapucaí, na última quarta-feira (9), a emissora acabou captando o áudio de um xingamento pesado contra ela mesma.

 

Em determinado momento da apuração era possível ouvir ao fundo da narração das notas: “Ei, Globo, vai tomar no ...."

 

O xingamento se repetiu algumas vezes até a emissora se tocar e cortar o áudio da torcida.

 

Procurada, a Globo, via assessoria, diz que houve xingamentos, mas não dá pra cravar que tenha sido "Globo". Pode ter sido qualquer dissílabo abafado.



Escrito por UnBlog às 17:26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Disputa das Emissoras & Campeonato Bateleiro

Rede Record perde para RedeTV! e pode ficar fora do Brasileirão

 

Vanderson Freizer

Grupo UN

 

A Record é com certeza a piada entre as emissoras de TV, após desistir da licitação e perder para a RedeTV! os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro no período de 2012-2014, ficou mais que provado que a rede de televisão da Universal tem dinheiro, mais não tem influência e nem estratégia para vencer as concorrentes. Este fato deixa claro porque a emissora dos bispos luta sempre pelo segundo lugar.

 

É bem capaz que a Record coloque em cena seu jornalismo sensacionalista e faça uma matéria especial sobre o Clube dos 13 na edição do Esporte Espetacular deste domingo. A emissora deve atacar a Globo e dizer que a emissora carioca joga sujo. O ato é que os bispos dormiam o ponto e agora sua emissora pode ficar fora das transmissões do brasileirão mais uma vez.

 

A verdade é que o diretor da Globo Esporte, Marcelo Campos, já procurou Amilcare Dellevo, um dos donos da RedeTV! Para negociar as cotas para os próximos brasileirões. Ao contrário do que acontece entre Globo e Record, não existe relação conflituosa entre essas duas emissoras. A Globo considera oferecer à RedeTV! a oportunidade de exibir o Brasileirão pagando muito menos do que R$ 516 milhões por ano em troca de não formalizar o acordo.

 

Ainda não se sabe a certo o que ficou decidido entre os dois executivos. O diretor de relações institucionais da RedeTV!, João Alberto Romboli, disse que não quer esperar até o ano que vem para se associar ao futebol. Disse que iria aumentar a cobertura do Brasileiro já nesta temporada. Passar os jogos certamente ajudaria nesse objetivo.

 

O que me impressiona foi desistência da Record uma hora antes das negociações com o Clube dos 13. Isso mostra a frouxidão e a incompetência daqueles que dizem estar “a caminho da liderança”.



Escrito por UnBlog às 11:44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Ditadura Militar & Heróis Braseiros

Zuzu Angel também foi morta pelos militares

 

Vanderson Freizer

Grupo UN

 

Poucas vezes eu me emocionei ao fazer artigos, um deles foi o que mencionei a vida de Zuleika Angel Jones, conhecida como Zuzu Angel, e, sobretudo sua luta em honrar o nome do filho, Stuart Edgard Angel Jones, morto pelos generais da Ditadura Militar. Zuza também foi assassinada no período dos Anos de Chumbo.

 

Zuza Angel foi famosa como estilista e teve seu nome reconhecido internacionalmente no mundo da moda, mais o que chamou minha atenção na história dessa mulher de coragem, foi à luta que travou contra a Ditadura.

 

Nascida na cidade de Curvelo, Minas Gerais, mudou-se ainda criança para Belo Horizonte. Tendo em seguida morado na Bahia, onde foi influenciada pela cultura e cores daquele Estado no estilo das suas criações. Pioneira na moda brasileira fez sucesso com seu estilo em todo o mundo, principalmente nos Estados Unidos.

 

Nos anos 70, seu filho Stuart, ativista que lutava contra a Ditadura instaurada a força no Brasil pelos militares brasileiros apoiados pelo Governo Estadunidense, foi preso e morto nas dependências do DOI-CODI. O corpo de Stuart nunca foi encontrado.

 

A partir daí, Zuzu entraria em uma guerra contra o regime pela recuperação do corpo de seu filho, envolvendo até os Estados Unidos, país de seu ex-marido e pai de Stuart. Essa luta só terminou com sua morte, ocorrida na madrugada de 14 de abril de 1976, num acidente de carro - provocado pelos militares- na Estrada da Gávea, à saída do Túnel Dois Irmãos, no Rio de Janeiro.

 

Leia abaixo o comentário de Hildegard Angel, filha de Zuzu e irmã de Angel Jones, postado no artigo: Justiça se faz em qualquer tempo. Cesare Battisti não deve permanecer no Brasil.

 

“Vanderson e Luiz Felipe, obrigada por difundir a triste história de minha família, para que nada parecido se repita neste país. Gostaria de esclarecer um equívoco do texto e gostaria que fosse corrigido: ficou comprovado que minha mãe foi assassinada, sim, inclusive com testemunhas e perícia técnica. O que só conseguimos provar 22 anos depois da morte, através de processo junto à Comissão de Desaparecidos Políticos.

 

O processo foi todo encaminhado pelo próprio governo e teve como relator o Dr. Miguel Reale Jr. O governo então reconheceu sua culpa na morte de Zuzu Angel. Isso é História”. Abraços, Hildegard.

 

Saiba mais: Hildegard Angel é uma das mais respeitadas jornalistas do Rio de Janeiro. Durante mais de 30 anos foi colunista no jornal O Globo, quer cobrindo a sociedade (com seu nome e também com o pseudônimo Perla Sigaud), quer cobrindo comportamento, artes e TV, tendo assinado por mais de uma década a primeira coluna de TV daquele jornal. Nos últimos anos, manteve uma coluna diária no Jornal do Brasil, onde também criou e editou um caderno semanal à sua imagem e semelhança, o Caderno H. Com passagem pelas publicações das grandes editoras brasileiras - Bloch, Três, Abril, Carta, Rio Gráfica - e colaborações também em veículos internacionais, Hildegard talvez seja a colunista social com maior trânsito no país.

 

Ela é reconhecida como a grande inovadora do colunismo social brasileiro nos últimos 40 anos. Foi quem introduziu as reportagens fotográficas nas colunas sociais dos jornais, que, antes de sua página dupla aos sábados em O Globo, eram ilustradas com apenas uma ou duas fotos. Este formato se multiplicou em jornais pelo Brasil todo.

 

Identificou, conceituou e lançou a chamada Sociedade Emergente, rapidamente assimilada por toda a imprensa. É uma grande defensora da moda brasileira, tendo criado a primeira ONG do país de apoio ao setor e a seus profissionais, o Instituto Zuzu Angel de Moda, no ano de 1993.

 

Preside a Academia Brasileira da Moda. Passeia por todos os mundos e temas, com seus textos, emitindo suas opiniões, com franqueza e descontração, utilizando o lema "Pode não ser a sua opinião, pode não ser a melhor opinião, mas esta é uma coluna com opinião". Perfil no R7.com



Escrito por Vanderson Freizer às 22:18
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Battisti e Ditadura Militar

 

Justiça se faz em qualquer tempo. Cesare Battisti não deve permanecer no Brasil

 

Vanderson Freizer

Luis Filipe de Camargo

Grupo UN

 

Muitos são os idealistas que defendem a permanência de Cesari Battisti no Brasil. Ainda não há definição do que será feito a respeito do ex-guerrilheiro italiano, se ele ficará mesmo em terras nacionais ou se será devolvido à Itália para cumprir a pena que lhe foi imposta a revelia pela participação em quatro assassinatos e outros crimes cometidos pelo PAC (Proletários Armados pelo Comunismo).

 

Esses mesmos idealistas que defendem que Battisti cometeu apenas crimes políticos e não deve ser punido por isso, esqueceram-se das muitas atrocidades que foram cometidas durante a Ditadura Militar. São hipócritas querendo tirar proveito da situação e afirmar que o ex-presidente Lula fez a escolha certa. Simplesmente riscaram da história nossos crimes políticos e preferiram fazer justiça para outros.

 

Se Battisti foi herói, ele deve ser venerado na Itália e nós brasileiros devemos honrar aqueles que lutaram pela dignidade deste país. Indenizar as famílias daqueles que foram brutalmente assassinados pelos militares nos anos 70 e 80 é muito pouco. É preciso fazer mais. É necessário rebuscar o passado e justiçar também nossos compatriotas.

 

Acredito que não devemos permitir que Battisti torne-se por aqui um deus grego, porque senão, logo estaremos assistindo-o disputando cargos políticos e até gastando o dinheiro dos nossos impostos ainda com maior afinco, já que isso ele já faz. Battisti deve ser reverenciado em seu país de origem, apesar de que, vejo apenas empenhados em sua defesa, alguns brasileiros e franceses, os italianos parecem não ter muito interesse no seu irmão de nação.

 

Aqui também se fez história

 

Aqueles que foram membros do MR-8 (Movimento Revolucionário 8 de Outubro), merecem um lugar de destaque nas páginas dos livros de história do Brasil e deveriam ser debatidos nas escolas, tamanha foi sua luta em defesa da liberdade de expressão. Se hoje podemos criticar os governos e debater idéias sobre o futuro é graças ao MR-8 e aos grupos que lutaram contra a Ditadura.

 

Entre os muitos que foram assassinados pelos generais presidentes, destaca-se o estudante Stuart Edgart Angel Jones e as condições de tortura e da brutalidade de sua morte. É importante lembrar também o esforço de sua mãe, Zuleika Angel Jones, em honrar e justiçar o filho.

 

As sessões de tortura que foram impostas pelos militares a Angel Jones, teriam sido presenciadas por outro preso político, Alex Polari, que, através de uma carta, informou Zuzu Angel das circunstâncias da morte de seu filho. Baseada na carta de Alex e em outras evidências, Zuzu denunciou o assassinato de Stuart ao senador Edward Kennedy, que levou o caso ao Congresso dos Estados Unidos.

 

Já com o corpo totalmente esfolado, segundo relatos, Stuart foi amarrado à traseira de um jipe da Aeronáutica e arrastado pelo pátio com a boca colada ao cano de escape do veículo, o que ocasionou sua morte por asfixia e intoxicação por monóxido de carbono. A mãe do estudante morto entregou também ao secretário de Estado dos Estados Unidos, Henry Kissinger - quando este esteve no Brasil, em 1976 — uma carta pessoal, a tradução da carta de Alex e um exemplar do vigésimo volume da série História da República Brasileira, de Hélio Silva, onde o autor relata a morte do estudante.

 

O que mais chama a atenção é que Zuzu Angel foi, supostamente, assassinada pelo exército devido às investigações que realizava por conta própria para desvendar o que realmente havia ocorrido ao seu filho. Essa é uma versão controversa, por não haver prova que o acidente que a vitimou foi provocado pela repressão.

 

Inicialmente a comissão de anistia ao julgar o caso da morte de Zuzu Angel, ocorrida na madrugada de 14 de abril de 1976, num acidente de carro na Estrada da Gávea, na saída do Túnel Dois Irmãos, após retornar de uma festa, considerou não haver prova que havia sido um assassínio, e sim um acidente.

 

Após forte campanha dos meios de comunicação, liderada pela jornalista Hildegard Angel, filha de Zuzu, a comissão reviu sua decisão, concedendo indenização à família Angel.

 

Isso tudo serve para termos uma noção das atrocidades cometidas pelos anos de chumbo no Brasil e que se considerarmos Battisti um herói, teremos também que rever nosso passado e fazer justiça a quem merece de verdade.



Escrito por Vanderson Freizer às 00:16
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Criminalidade & Números

Alagoas é o estado mais violento do Brasil

 

Vanderson Freizer – Grupo UN

 

O estado de Alagoas é o líder de um ranking nada desejado, o de homicídios. O número de assassinatos cresceu muito acima da média nacional, isso é conseqüência da péssima qualidade de vida dos alagoanos nos últimos anos. Faltam políticas públicas eficientes no combate a desigualdade social.

 

Os dados referentes ao crescimento da violência em Alagoas se tornam ainda mais alarmante se comparados com os índices de violência apresentados por El Salvador, que é o país mais perigoso para se viver no mundo, com taxa de 50,1 mortes violentas para cada 100 mil habitantes. O percentual é 9,8 pontos menor que o índice registrado no estado.

 

Maceió apresenta um índice de 103,4 homicídios a cada 100 mil habitantes, um número jamais registrado por outra capital de estados brasileiros e de outros países. Os números são preocupantes e é o resultado de pesquisas feitas pelos jornalistas do Grupo UN, que consideraram dados de diversas fontes.

 

Estados e demais capitais apresentam números semelhantes

 

A mídia gira sempre em torno do eix0 Rio-São Paulo, por motivos econômicos e cultuais, é mais conveniente noticiar os fatos recorrentes as duas maiores cidades do Brasil, muito raramente é apresentado de forma mais aprofundada um dado ou outro sobre Brasília e Belo Horizonte.

 

O Distrito Federal é a região com maior recorrência do aumento da violência, impulsionado pelo uso e tráfico de drogas. O estado é o 5º no ranking da criminalidade. Em Brasília é possível encontrar pessoas consumindo crack em ambientes públicos a qualquer hora do dia.

 

O Espírito Santo o número de assassinatos para cada 100 mil habitantes é de 53,6, índice que é menor que de Alagoas em apenas 6,3 pontos. Vitória está em 3º lugar, perdendo apenas para Maceió e Recife que lideram o ranking das capitais mais perigosas para se viver. Recife apresenta uma taxa de 87,5 homicídios para cada 100 mil habitantes, enquanto que em Vitória o número de mortes é de 74,3.

 

A violência nos estados: completam a lista dos 10 estados mais violentos do Brasil: Pernambuco            53,1; Rio de Janeiro 40,1; Mato Grosso 30,7; Pará 30,4; Mato Grosso do Sul 30; Paraná 29,6 e Roraima 27.9.

 

A violência nas capitais: Salvador 61,1; João Pessoa 60; Curitiba 57,3; Porto Velho          51,3; Belém 47,8; Porto Alegre 47,3; Goiânia 45,5; São Luis 43,3; Cuiabá 42,8; Macapá 42,1; Belo Horizonte 41,9; Aracaju 40,8; Manaus 38,4; Fortaleza; 35,9; Brasília 34,1; Natal 31,1; Rio de Janeiro 31; Rio Branco 28,9; Teresina 27; Campo Grande 25,6; Boa Vista 24,9; Florianópolis 22,6; Palmas 18,5; São Paulo 14,8.

 

Nota a redação – A dificuldade de obter informações precisas sobre o aumento da criminalidade no Brasil

 

Para montar essa matéria, os jornalistas Luis Filipe de Camargo, Vanderson Freizer e William Ferraz tiveram o difícil trabalho de comparar dados de diferentes fontes, todos eles com números contraditórios. Para se ter uma idéia da complexidade que é encontrar informações precisas sobre o aumento da criminalidade no Brasil, em diversos meios de comunicação foram encontrados dados com consideráveis divergências.

 

Alguns veículos noticiosos apontaram números de 287 homicídios para cada 100 mil habitantes na cidade de Maceió, enquanto que outros apenas 97,3. Todas as informações consideradas foram referentes ao ano de 2011. Recife também apresentou números bem distintos, e um deles a cidade aparecia em 1º lugar com 157,3 mortes para cada 100 pessoas, nas demais listas a cidade aparecia sempre em segundo lugar co números variando entre 90,89 a 81,3.

 

Em outra ocasião Porto Velho aparecia em 4º lugar no ranking com 71,77 homicídios para cada 100 mil habitantes. Nesta mesma lista, Curitiba vem logo em seguida com apenas 49,33 mortes para cada 100 mil. Estas informações, por terem uma oscilação bem diferente das demais listas, foram desconsideradas na elaboração da matéria.

 

Este desentendimento entre os meios de comunicação só coloca em evidencia a dificuldade de entendimento quando o assunto é crescimento da taxa de homicídios no Brasil. E se torna ainda mais evidente quando são encontrados números bem diferentes em relação a uma mesma cidade, é o caso de Boa Vista que tem dados variados entre 5,7 e 34,5 assassinatos para cada 100 mil habitantes.



Escrito por Vanderson Freizer às 00:04
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Mulher & 8 de março

8 de março - Dia Internacional das Mulheres

 

[Dizem que a mulher é um sexo frágil... Mas que mentira absurda... Mulher, mulher... sou forte, mas não chego a seus pés]

 

Em tempos de “avanço”, elas ainda enfrentam uma sociedade machista, mas ainda assim não desistiram. Diga quem quiser que a mulher é sexo frágil, mas é uma mentira absurda.

 

A mulher é uma guerreira, inovadora, mãe, fonte de inspiração. Exemplos de superação, elas não se rendem as dificuldades da vida, seja no trabalho, na família, ou em qualquer outro lugar.

 

É bem verdade que seus direitos nem de longe beiram o merecido, há casos em que mesmo sendo tão capazes ou superiores aos homens, o reconhecimento nem sempre vem.

 

A violência ainda é grande e muito pouco é feito, para que isso seja revertido. A luta é difícil e nem todos abraçam a causa. Mas elas...? Bom, elas não desistiram, não vão e nem devem.

 

Parabéns mulheres, e que a lembrança não seja apenas hoje, mais todos os dias.

 

São os desejos do Grupo UN

Texto e imagem: Almir Oliveira



Escrito por UnBlog às 11:06
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Utilização de em fim e enfim

Nota da redação

 

Para responder a várias críticas negativas após a postagem do texto: Nunca é tarde pra cuidar do povo. Enfim Alckmin parece tomar uma atitude - trago para os leitores que acompanham nosso trabalho e para os muitos veículos de comunicação que reproduzem o conteúdo do UnBlog a diferença entre enfim e em fim.

 

Porém, reconheço que no titulo existe um vicio de linguagem que é o termo pra, que na verdade é a supressão de um ou mais sons dentro de um vocábulo, tendo seu uso condenado por muitos professores e jornalistas, mas que existe na linguagem portuguesa, diferentemente do que muitos afirmam não existir.

 

Usa-se ENFIM quando quer dizer: "Em suma, em síntese, em conclusão; Finalmente, afinal, até que enfim (para expressar o término de uma expectativa)

 

E usa-se em fim quando quer dizer: no final, no fim de...



Escrito por UnBlog às 13:31
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN - Carnaval em Foco

Desfiles das escolas de samba. Violência no trânsito e os mijões são destaques do carnaval

 

Almir Oliveira e Vanderson Freizer – Grupo UN

 

Mesmo com inúmeras campanhas e fiscalização, o Carnaval deste ano ganha destaque pela violência no trânsito, segundo levantamento divulgado pela agência RádioWeb.

 

Só nas Rodovias Federais o número de mortos chega a 95, além de mais de 2000 acidentes e cerca de mil feridos.

 

Um dos acidentes mais graves registrados ocorreu na BR-282, em Descanso (RS), onde um ônibus e um caminhão colidiram, vitimando fatalmente 27 pessoas e ferindo outras 23.

 

“Os Mijões”

 

No Rio de Janeiro, cerca de 500 pessoas foram presas por urinar nas ruas durante as festividades.  As prisões são resultado da operação “Choque de Ordem”, que se iniciou na última quarta-feira, (02/03). A ação parte da Secretaria Especial da Ordem Pública em parceria com a Prefeitura.

 

Entre os detidos estão 13 mulheres e 2 estrangeiros. O número supera o registrado no ano passado quando as prisões chegaram a 360.

 

Segundo os foliões a falta de banheiros públicos em diversos locais onde ocorrem as festividades é o principal motivo para urinar nas vias públicas.

 

Desfiles

 

Já as primeiras escolas de samba a desfilar fizeram bonito, emocionando e encantando o público tanto no Rio de Janeiro, quanto em São Paulo.

 

No Rio mesmo com algumas adversidades os desfiles prosseguiram bem.

 

Desfilaram ontem; São Clemente, campeã do grupo de acesso, Imperatriz Leopoldinense, Portela, uma das atingidas pelo incêndio na Cidade do Samba, Unidos da Tijuca, que entrou aos clamores de campeã, Vila Isabel, com destaque para a top Gisele Büdchen e Mangueira que mesmo debaixo de chuva fez bonito ao homenagear Nelson Cavaquinho.

 

Hoje a partir das 21 horas, entram na avenida da Marquês de Sapucaí as agremiações: União da Ilha e Grande Rio, também atingidas pelo incêndio do dia 7 de fevereiro; Salgueiro, Mocidade Independente, Porto da Pedra e Beija-Flor de Nilópolis.

 

Portela, Grande Rio e União da Ilha, não competem ao titulo e nem serão rebaixadas como decidido pela organização do Carnaval do Rio 2011.

 

São Paulo

 

Na capital Paulista os desfiles terminaram ontem, Acadêmicos do Tucuruvi, X9, Vai-Vai, Gaviões da Fiel, são as favoritas ao título. Com desfiles de alto nível, assim como aconteceu com as outras escolas, apesar de alguns impasses. A grande campeã será conhecida nesta terça-feira.

 

Bahia e Pernambuco

 

Vale destacar também o Carnaval Baiano, que atraiu milhares de espectadores de todo o país e ganha cada vez mais espaço na mídia, pela empolgação e alegria que promove.

 

Em Recife a alegria ficou por conta do tradicional bloco “Galo da Madrugada” que empolga a multidão pela simpatia e receptividade do povo pernambucano.



Escrito por UnBlog às 11:14
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Humor & Humor



Escrito por UnBlog às 10:52
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Governo & Gastos

Presidência empenhou R$ 55 ml para compra de TVs

 

Da redação - Grupo UN

Com informações de Milton Júnior, do Contas Abertas

 

A equipe da Presidência da República empenhou na última semana cerca de R$ 55 mil para a compra de 17 televisões LCDs de 42 polegadas e outros 13 de 42 polegadas. Todos os equipamentos deverão ter tecnologia Full HD e conversor digital integrado. As informações são do site Contas Abertas.

 

Além dos aparelhos de TV foi reservado ainda mais dinheiro para a aquisição de telefone celular veicular com tecnologia GSM, incluindo instalação e todos os consumíveis necessários, tais como: antena magnética de para brisa, conectores, cablagem e mão de obra. Com tantas especificações técnicas, não é de se admirar que o aparelho chegue a quase R$ 1,5 mil, conforme aponta a nota de empenho.

 

E tem mais, o gabinete do Comandante da Aeronáutica, comprometeu R$ 56 mil para a confecção de 500 estojos completos da “Medalha Mérito Operacional Brigadeiro Nero Moura”. Cada kit conterá uma caixa de madeira e uma medalha de metal banhada em prata, orlada com faixas verdes e amarelas. Só para constar: por esse preço, daria para comprar 30 novas TVs.

 

A Prefeitura de Aeronáutica de Brasília, complexo residencial da Força na capital, está nos últimos preparativos para receber o calor que, em breve, não dará trégua à cidade. Por R$ 25,2 mil (valor que poderiam servir para a aquisição de 14 novos televisores) a unidade deverá contratar “serviços de manutenção e limpeza de piscinas de imóveis residenciais, com fornecimento de produtos químicos, equipamentos e mão de obra”.

 

O Batalhão de Guarda Presidencial renovou os dormitórios dos milicos. A unidade empenhou R$ 24,1 mil para a aquisição de 200 colchões. Já o 38º Batalhão de Infantaria do Exército, no município de Vila Velha (ES), passaria despercebido nesta coluna, não fosse um item. Em um carrinho de compras bastante diversificado, com pelo menos oito tipos diferentes de gêneros alimentícios, um chama a atenção: 12 cervejas de 600 ml, ao custo total de R$ 35. O documento de empenho informa que cada garrafa custou, por meio de pregão, R$ 2,93.



Escrito por UnBlog às 19:16
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Chuvas em São Paulo & Medidas de Governo

Nunca é tarde pra cuidar do povo. Enfim Alckmin parece tomar uma atitude

 

Vanderson Freizer Grupo UN   

 

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou na última sexta-feira (4), medidas para prevenir as enchentes na região metropolitana da capital paulista, mas não descartou novos alagamentos na temporada de chuvas, prevista para setembro.

 

Tudo muito bom, não fosse os mais de 16 anos de governo do PSDB e alguns deles pelo próprio Alckmin de intensos problemas em tempos chuvosos. Passou da hora do governo tomar uma atitude e pelo menos ludibriar o povo como está fazendo agora o administrador do maior estado do país.   

 

São Paulo cresceu muito, jogou o esgoto nos dois rios que cortam a cidade. Assim também fizeram os municípios da região que agora sofrem as conseqüências do descaso de anos e anos assistindo a destruição e morte de centenas de pessoas.  

 

Os fatos envolvendo as tragédias das chuvas é o reflexo da má política dos tucanos da metrópole que é a sustentação básica do Brasil. São anos de negligencia com aqueles que fizeram casas em zonas de risco, com o engessamento dos rios, o crescimento desordenado e o não cumprimento das leis básicas que dizem que é dever do Estado zelar pela qualidade de vida e segurança da população.

 

Entre as muitas promessas de Alckmin, estão projetos para o desassoreamento dos rios Tietê e Pinheiros. O governador anunciou a construção de cinco novos piscinões na Grande São Paulo: dois em Guarulhos; um na Vila Prudente, na zona leste da capital paulista; um em São Bernardo do Campo, no ABC; e um em Mauá, para receber as águas do rio Miranda da Vis, afluente do Tamanduateí.



Escrito por Vanderson Freizer às 22:16
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




UN – Rio de Janeiro & 446 anos

Rio de Janeiro, 446 anos de história. "Cidade Maravilhosa, coração do meu Brasil".

Almir OliveiraGrupo UN

A segunda maior metrópole do país chega aos seus 446 anos, nesta terça-feira, primeiro de março, em meio a intermináveis dias de luta e dias de glória.

É certo que já não vive seus tempos áureos, mas como diz o samba de Gilberto Gil, “O Rio de Janeiro continua lindo...”. Lindo não só por suas belezas naturais, mas por seu povo acolhedor, que mesmo em meio às dores não desiste da rotina do dia-a-dia, que é severa e castiga aqueles que almejam um futuro melhor.

Não só é a segunda maior cidade brasileira, mas, a mais conhecida no exterior e uma das mais importantes rotas turísticas da América Latina. Além do turismo, possui também outras atividades em setores de grande influência na economia nacional.

Apesar da violência, e deficiência em alguns setores, o Rio não perde o seu Glamour e é preferência entre grandes personalidades nacionais e internacionais.

Enfim, não é nenhum rio de rosas, e obviamente muitas melhorias devem ser feitas com urgência. Mas onde, nesse país gigante, não é preciso melhorar?

Parabéns Rio de Janeiro!

 



Escrito por UnBlog às 10:17
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico



O que é isto?